Clarindo Junior

CD ESTAÇÕES: Arte da capa, encarte e rótulo para você!

24 de junho de 2016 por Clarindo Junior | 0 comentários

Amigos, segue arte da capa, encarte e rótulo para você. Este belo trabalho teve seu início as mãos do grande design Daniel Muller, que deu os primeiros contornos artísticos ao CD. Na fase final, o grande design e fotógrafo Messias deu continuidade e fechou todo o projeto. Esta bela arte reflete bem o conteúdo do álbum, tanto das letras como dos arranjos. As fotos clicadas no Parque Laje e Floresta da Tijuca foram feitas por Lívia Penna. Esperamos que você goste do resultado da obra e compartilhem aos seus amigos. Forte abraço!
CapaEncarte 2Encarte 1Fcha técnica e Agadecimentos Rótulo

Banda CDP80: estes adolescentes tocam, cantam e encantam. Eles são muito talentosos!

7 de novembro de 2015 por Clarindo Junior | 0 comentários

Em 06/11, sexta-feria, a Banda CDP80 tocou no culto da UAI-União de Adolescentes de Itacuruçá. São alunos do Colégio Batista Shepard que tem dedicado os dons que Deus lhes deu e feito um som bem legal. Foi muito bom estar com a galera da UAI, liderada pelo pastor e amigo Cleudair Godoi. Que o Criador Criativo os abençoe e que a Arte inspire e continue tocando a tantos corações. Eles me deixam com muito orgulho deles!

12189139_1030584596994549_4403699207125524437_n

Este slideshow necessita de JavaScript.

Música “Minha oração” de Gerson Borges, CD “Quero aprender a orar”.

26 de dezembro de 2014 por Clarindo Junior | 0 comentários

ft gbA música “Minha oração” de Gerson Borges me proporcionou uma experiência muito legal. Não me contive e resolvi compartilhar esta linda expressão da linguagem humana. Quando a ouvi pela primeira vez, confesso que o sentimento de arrebatamento foi enorme. Parecia estar em uma via de mão dupla, no encontro entre céu e terra: Deus sentido à imanência e eu em direção à transcendência. É assim que acontece na oração, produzindo o maravilhoso encontro do Sagrado com o ser humano, de Deus com o homem e do transcendente com o imanente. Sobre isso Leonardo Boff disse que para ser tão humano assim, só sendo Deus. Um Deus que abre mão da Sua glória e vive intensamente a humanidade. John Stott vai dizer que esse “mover-se de Deus” em direção ao homem faz parte da livre iniciativa de graça divina. É Deus que vem em nossa direção. Ele não está alheio à nossa vida. Por isso, no ato de fé, por meio da oração, compartilhamos com Ele o nosso dia a dia, as coisas mais profundas do nosso ser.

Falando da música com foco na composição, gostaria de pontuar três aspectos: o primeiro é o técnico e posso dizer que é uma bela composição, uma das mais lindas que já ouvi. Ela tem uma harmonia muito bem trabalhada. Quem é quero aprender a orarmúsico pode confirmar isso. A beleza dela começa logo na sua “introdução”, que parece abrir o ouvido do nosso coração e os olhos do nosso ser para sua mensagem. O segundo aspecto é quanto ao conteúdo, assemelha-se aos salmos de lamento, onde o salmista por meio da poesia conta para Deus as suas dificuldades. A exemplo dos salmos de lamento – cf no Salmo 22, contar os problemas não significa fraqueza, mas numa atitude de grandeza olhar para dentro de si. Deus nos faz enxergar além dos problemas. Nessa perspectiva vivemos a experiência da resiliência. Olhar para dentro de si, para quem está em crise não é coisa fácil. É isso que o salmista nos encoraja. O terceiro aspecto se trata da forma. Esta música tem como acompanhamento um violão de aço com um tipo dedilhado bem peculiar do Gerson. Achei bem limpo o som dos acordes, mesmo com uma harmonia tão difícil de tocar. Abre-se mão de um arranjo com todos os instrumentos para o brilho de um violão de aço que casa perfeitamente com a melodia da canção.

Ouvi Gerson Borges cantar esta música no Teatro Municipal de Niterói. Estava esperando para ver como seria a interpretação ao vivo. Ele conseguiu com toda espontaneidade nos emocionar. Sei que se tratava da presença doce e maravilhosa do nosso Deus naquele lugar, um verdadeiro batismo do Seu amor. Ele é um Deus Criador Criativo que se revela por meio da Arte.

Há algum tempo queria escrever alguma coisa sobre esta música. Está aí. Não tive intenção de teologizar, simplesmente saiu do coração. Foi esse o sentimento tive quando ouvir “Minha oração”.

Forte abraço e que o Criador Criativo os abençoe.

Clarindo Junior

A busca pelo sentido da vida.

15 de junho de 2014 por Clarindo Junior | 0 comentários

Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.
Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.
Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz.
(Salmos 19:1-3)

planetaO homem vive uma busca constante pelo sentido da vida. Ele tenta entender coisas que fogem da compreensão humana, que fazem parte de um universo com segredos jamais desvendados pela mente humana. Vivemos num mundo com dimensões magníficas: com cinco continentes, três mares com grandes profundidades, matas virgens jamais exploradas, uma diversidade de animais impressionantes e uma população de aproximadamente sete bilhões de habitantes. A verdade é que o homem atribui tudo isso a um processo de criação e, consequentemente, a existência de um Grande Arquiteto, do Incondicional, do Transcendente, de um Maestro regendo todas essas coisas. Logo surge uma pergunta que todas as gerações da terra tiveram que encarar: De onde viemos e para onde vamos? Quem nós somos? Quem criou o universo? Existe vida após a morte? Essas indagações são a busca do homem pelo sentido da vida, de sua origem e da sua existência.

Essa busca quase sempre nos remete a questão da religião, pois acreditamos ter um grande responsável por traz de tudo. Religião no latim é “religio”, que designava respeito, reverência pelo sagrado. Numa outra forma é “religare”, que significa religar o homem ao divino. É comum ao ser humano atribuir ao Sagrado, ao Uno Primordial, ao Ser Supremo questões como o princípio de todas as coisas. A teologia reformada chama essa busca pelo Sagrado de “senso do divino”. Calvino utilizava a expressão do latim chamada “Sensus divinitatis”, que significa sentimento de divindade, que é dado aos homens o conhecimento de Deus. Ele trabalha esse conceito no sentido de que o homem carrega dentro de si a presença, o sentimento, o senso do seu criador. Por isso o ser humano vive uma busca incansável pelas coisas referente ao sagrado. Logo surge outro questionamento: como toda a criação se mantém em equilíbrio há tanto tempo? Como explicar isso?

Os cristãos creem que Deus, por meio da sua palavra (logos) criou todas as coisas. Segundo a narrativa de Gênesis 1.1-3, antes de tudo, o que existia era somente o caos, algo informe e vazio, um ambiente de muitas águas.

No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz” (Genesis 1.1-3). Em João 1.1-3, o autor chama o ato da criação de  logos. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

Vemos nesta narrativa a palavra que cria, a palavra que se personifica em Jesus, o Verbo que virou gente e que estava com Deus desde o princípio. Segundo o texto, por meio dele todas as coisas passaram a existir. É Deus imanente, é o Logos de Deus. A tradição cristã trabalha o logos como o princípio de toda a existência e aponta para Jesus Cristo como o sentido da vida humana.

Peter Berger fala que Deus, desde o início se revela ao homem, e tudo que o homem faz de bom é uma resposta em amor a essa revelação. Jesus Cristo é a maior imagemdemonstração da revelação de Deus a toda criação. É o próprio Deus que se esvazia da sua glória e se faz homem. Ele deixa a transcendência para viver a imanência. Deixa toda a sua glória para viver a experiência da humanidade. Em relação a isso Leonardo Boff escreveu: “Tão humano assim, só pode ser Deus”. Logo todo ato bom dos homens é uma resposta à ação primeira de Deus, que é coroada na pessoa de Jesus Cristo. As ações como bondade, misericórdia, compaixão nascem em Jesus e se estendem a nós. Jesus é o nosso modelo, o nosso referencial e sentido da nossa vida. Atos 17:28 nos traz essa linda confirmação: “Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração”.

O senso pelo Sagrado, a busca pelo sentido da vida continuará sendo a busca incansável do homem pelos mistérios do Criador. A criatura olha à sua volta em busca do seu Criador, o finito tenta perscrutar os caminhos do Infinito, das coisas do Imensurável. Rudolf Otto traz algo interessante quando se fala da experiência do homem com o Sagrado. Para isso ele trabalha o significado de mysterium, tremendum et fascinans. É mistério porque se trata de algo que está para além da realidade humana; tremendo porque causa temor; e fascinante porque é atraente, conquista e atrai para perto de si.

Agora, como tornar possível a relação entre humanidade e divindade, imanência e transcendência, homem e o Sagrado? As escolhas de Jesus nos indicam como deve ser a nossa relação com Deus e com o mundo à nossa volta. O exemplo de vida de Jesus nos mostra que não é preciso subir às regiões celestiais nem acessar o sobrenatural para viver a experiência com Deus. É mais fácil do que imaginamos. O Pai já se revelou à nós por meio do Filho, e o faz até hoje. Não se trata de um Deus tão poderoso que está bem distante de nós. Ele deixa de ser Senhor para ser servo ( Mc 10,45) e nos convida para algo mais íntimo, para sermos Seu amigo (João 15.15). A melhor forma de experimentar a Deus é viver intensamente a humanidade, como ele mesmo fez. Diferente de muitos que querem ver a glória, a shekinah, Jesus faz o caminho inverso, ele deixa a glória para viver a humanidade e servir aos homens. Portanto, se queres servir a Deus, faça como Jesus fez, serva aos homens e estarás servindo a Deus. Dessa forma, o ser humano começa a encontrar o seu sentido de ser e de existir, o verdadeiro sentido da vida.

Forte abraço e que o Criador Criativo os abençoe.

Clarindo Junior

Show do Theo Carvalho no Circo Voador, Rio de Janeiro. Muito bom tocar para ele!

18 de julho de 2013 por Clarindo Junior | Comentários desativados em Show do Theo Carvalho no Circo Voador, Rio de Janeiro. Muito bom tocar para ele!

imagem1

Dia 14 de julho de 2013 tive o prazer de tocar para o Theo Carvalho no Circo Voador. Que experiência maravilhosa estar neste lugar onde a música já tocou tantos corações. Depois de todos os ensaios que fizemos, graças a Deus deu tudo certo. O Repertório escolhido pelo Theo foi bem eclético: algumas músicas de sua autoria e outras de alguns artistas consagrados da MPB como “Oração ao tempo” (Caetano Veloso), “Canta coração” (Geraldo Azevedo), “Marvin” (Titãs), “Tempo Perdido” e “Pais e filhos” (Renato Russo). Me amarrei nas canções compostas pelo Theo em parceria com sua família. Todas as letras eram muito criativas, levando-nos a grandes reflexões. Todas elas tinham um toque de humor, mas que nos trazem princípios importantes para a vida.

imagem2

No palco, eu, Cesar Teixeira, Joseph Silva, Leonardo, Davi e o Theo, bem entrosados, vibramos a cada canção do repertório. Teve também a participação de Roanna Tomas cantado a música “Vagalumes” com o Theo. Que bom que conseguimos deixar as músicas com uma boa sonoridade. O show teve a direção musical de Cesar Teixeira, que nos deu dois meses para tirar os arranjos das músicas citadas acima, e também trabalhar nos arranjar das músicas do Theo. Surpreendentemente ficou tudo pronto para o show.

Outra coisa que me chamou atenção foi a energia da plateia, contribuindo bastante para o brilho da noite. Eles vibravam a cada música, a cada acorde, a cada melodia imagem3cantada. Vê-los pertinho ao palco foi como torcida em final de campeonato, faziam com que nosso som saísse do coração.

Parabéns Afonso e Anita, pais do Theo Carvalho por toda a produção. Eles prepararam tudo, pensaram em todos os detalhes para que as coisas tivessem o resultado que teve. Que Deus continue abençoando toda a família e que o Theo, com o seu talento, encante a todos que ouvirem sua linda voz.

Que o Criador Criativo o abençoe.

Clarindo Junior

Cantando na 7ª Feira das Nações.

22 de maio de 2013 por Clarindo Junior | Comentários desativados em Cantando na 7ª Feira das Nações.

Clarindo Junior e BandaFoi muito bom cantar na 7ª Feira das Nações da Quarta Igreja Batista do Rio de Janeiro. Convite feito por Lucas Almeida, ministro de música da igreja. Fizeram parte da banda: Clarindo Junior (voz e violão), Cesar Teixeira (baixo), Rabi Rodrigues (guitarra) e Joseph Silva (bateria). Cantei um repertório bem brasileiro, que é a nossa identidade. Algumas músicas fizemos com banda, outras voz e violão.

Meu desejo é que a música encontre morada na vida das pessoas que a ouvem. Que cada canção leve alegria, esperança, paz, mensagem, encantando a todos com sua harmonia, melodia e letra.

Deus os abençoe!

Gravação do meu mais novo CD, "Estações".

8 de abril de 2013 por Clarindo Junior | Comentários desativados em Gravação do meu mais novo CD, "Estações".

HPIM2143Estou gravando o meu terceiro CD, “Estações”. Ele terá a influência bem marcante da música brasileira com todos os seus estilos musicais. Valorizando bastante instrumentos de natureza acústica como violão (aço e nylon) e piano. Ele terá a identidade musical que trago comigo desde minha infância, criado ouvindo música de qualidade, compostas por pessoas que contribuíram de forma relevante com a música brasileira. Posso destacar alguns nomes e são muitos: Sérgio Pimenta, Guilherme Kerr, Nelson Bomilcar, João Alexandre, Stênio Marcius, Jorge Rehder, Jorge Camargo, Aristeu Pires, Flávio Venturini, VPC, Boca Livre, Paulinho Moska e outros mais que conheci nos últimos anos. Durante esse tempo comecei a apreciar e a estudar o trabalho de alguns arranjadores como Marquito Cavalcante, Fernando Merlino, João Alexandre, Maurício Domene, David Lisboa e Cesar Elbert.  Todos estes nomes ajudaram na formação da minha carreira musical. Essa influência musical fica bem perceptível nos meus acordes e melodias e que harmonizam minhas canções. Nos últimos anos tenho feito apresentações ao som do meu violão, o que tem me feito um bem enorme e que me remete a esse tempo de ricas experiências musicais.

A produção musical está sendo feita no estúdio CIA DA MÚSICA, do ótimo músico Cesar Teixeira, onde estou gravando desde Cesar Teixeiranovembro de 2012. Junto com Cesar Teixeira tenho participado de toda produção musical e arranjos do álbum.  Como este CD aprecia a nossa brasilidade, não poderia faltar nele alguns estilos musicais como samba, baião, moda de viola entre outros.

As letras das canções falam de coisas simples, mas de grande valor e beleza; falam de sonhos, mas sonhos que sonham com a realidade, da experiência com o transcendente, que também é imanente, uma imanência que O fez homem como nós. É isso aí, assim canto a vida, a poesia, o meu dia-a-dia, transformando em letras e melodias a vida humana com toda a sua subjetividade e as experiências que a torna como ela é.

COM TEXTO – No Centro Cultural da Bíblia – SBB

15 de agosto de 2011 por Clarindo Junior | Comentários desativados em COM TEXTO – No Centro Cultural da Bíblia – SBB

imagem 5COM TEXTO –  evento dirigido pelo Pr. André Sant´Anna da Igreja Batista da Redenção, Rio de Janeiro. Essa foi mais uma das edições no Centro Cultural da Bíblia – SBB, onde Clarindo Junior cantou algumas de suas canções. O evento acontece sempre com uma palavra contextualizada, muita música, poesia e crônicas. O Pr. André, por meio de um bom bate-papo com o público, traz uma abordagem franca e contextualizada sobre a vida e a espiritualidade, à luz das Escrituras Sagradas. Vale a pena conferir este evento, pois a poesia, a música e as Escrituras andam de mãos dadas.

Clarindo Junior – Um só coração

Imagens do Show no Palácio das Artes em Jequié-Bahia, onde Clarindo apresenta músicas do CD “Por Toda Vida”. Na banda: James Mello (teclados); Oswald Filho (bateria); Amós (guitarra); Lucas Cruz (violão) e Urley (baixo).

Poesias

18 de junho de 2011 por Clarindo Junior

FALAR DE AMOR É BEM ASSIM
O amor chegou como sonho
Foi só abrir o coração
Pra ser feliz a vida inteira
E levitar, sair do chão.
Falar de amor é bem assim
Falar de amor é bem assim.
 
Mas para abrir o coração
E ser feliz por toda vida
Ser racional, pisar no chão
Traçar seu rumo e direção
Falar de amor é bem assim
Falar de amor é bem assim.
 
Toda história é bem melhor
Se for vivida sem omissão
Construindo a paz e o amor nos corações.
Cuidar das flores, regar o chão
Sem se importar com os espinhos que encontrar
Viver a vida é bem assim, é linda assim.
 
EFEITOS ESTRAORDINÁRIOS DA MÚSICA
É bom procurar aquilo que nos dê satisfação na vida,
Que nos encha o coração de paz, que traga leveza de alma
e coloque sorriso na face de Deus.
 
Voz e violão nos faz sentir de forma simples,
esses efeitos extraordinários da música.
Logo vem uma  alegria indescritível, mas não passageira.
Mesmo em meio aos trancos da vida, traz realização e felicidade.
 
Comigo acontece assim, pego um violão e começo a dedilhar.
Em seguida crio uma melodia, que aparentemente nunca foi cantana.
Vejo que terminei. Tá lá uma música pronta, minha satisfação.
É puro contentamento e mais uma criação.
 
Muitos dizem, e eu também acredito.
Que a música tem um poder de cura muito grande.
Ela liberta, alegra, encanta, acaricia.
Então vai uma sugestão:
Toque, cante, interprete, dance, você não irá se arrepender…
 
EU AMO COMPOR CANÇÕES
Eu amo compor canções
Que falam de amor
Que ouve a voz do coração
É hora de estender a mão
Mudar de vez a direção
Temos que ser ao invés de ter
Se envolver com o coração
 
Jesus com a vida ensinou
É melhor dar que receber
Doar a vida e muito mais
Muito precisam perceber
Há um calor dentro de nós
Nos faz chorar, pisar no chão.
 
E ouvir a voz do coração
E ouvir a voz do coração
E ouvir a voz do coração
E ouvir a voz do coração
 
CANTO PORQUE GOSTO
Canto porque gosto,
canto o gosto de cantar.
Faço do meu canto encanto
Uma frase, um acorde, emoção
Tenho mil razões pra cantar a melodia
minha vida, uma canção.
 
Mas a vida não foi feita só pra se contar
Tenho que também contar
Os meus dias na presença do Senhor
Que nos deu canções
E tantos acordes lindos com notas de amor.
 
Não sei se você sabe
Que nas notas desta canção encanto é divino.
Melodias que trazem paz ao interior.
E abrir meu coração pra Jesus que minha vida
E a razão do meu viver.

This gallery contains 1 photo.